quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Sim, Deus se preocupa com a humanidade!



Deus se identifica plenamente com a humanidade. Em especial, com as gentes crucificadas, injustiçadas e exploradas pela impiedade de outros humanos. Ele faz “opções naturais”. E, ao fazer algumas opções, ele estabelece grupos de pessoas, os “bem-aventurados”, que têm “prioridade” no reino: os humildes de espírito, os que choram, os mansos, os que têm fome e sede de justiça, os misericordiosos, os limpos de coração, os pacificadores, os perseguidos por causa da justiça  (Mt 5.1-12). Ele usa essas pessoas como modelo não porque são melhores que as demais, mas porque, dada a sua impossibilidade de alcançar êxito por suas próprias mãos (isto é, não têm “mérito” algum no que realizam), dependem exclusivamente da graça e favor divinos para viver; não têm nada mais além de Deus, assim podem pôr sua fé inteiramente Nele. Transpondo essa mensagem para a nossa realidade latino-americana, Orlando Costas fala sobre esses “privilegiados” do evangelho hoje: 

São os povos autóctones e as minorias étnicas, os desempregados e os mal-pagos, os exilados, refugiados e imigrantes ilegais, os campesinos explorados e a subclasse social permanente que habita em guetos urbanos, subúrbios, favelas e lugares de miséria. São também as prostitutas, os presos, os alcoólatras e viciados em drogas; os idosos solitários e os jovens frustrados, as mulheres denegridas, os abusados, desprezados e os homossexuais rechaçados e deserdados (Costas, 1986, p. 85-86).


O mais interessante é que essas prioridades de Deus colocam à margem o que era central e no centro aquilo que é marginal: o maior é o menor no reino dos céus, e aquele que se humilha será exaltado  –  são princípios presentes nas boas novas de um Deus interessado na justiça e restauração da dignidade ao ser humano. Deus parece ter paixão pelo marginal  –  enquanto nós, muitas vezes temos ojeriza. Os “centros” parecem estar quase sempre muito focados em si mesmos e na manutenção de suas estruturas. Assim, o Espírito encontra alternativas “comendo pelas beiradas”, promovendo suas revoluções a partir das periferias da vida. Senão, por que o Filho foi nascer justo em Belém da Judéia, e não em Jerusalém? Por que o lugar de sua criação foi Nazaré da Galiléia e a simplicidade de uma vida no campo, entre os plebeus,  a não o conforto e as mordomias (dignas de “rei”) no interior dos palácios de Jerusalém? Jesus sai do meio de gente desprezada e marginal, e passa a ser visto como um “comum” igualzinho a eles: “Não é este o carpinteiro, filho de Maria, irmão de Tiago, José, Judas e Simão?” (Mc 6.3), perguntaram os galileus ao se depararem com o Jesus profeta. Ele era muito galileu, muito humano, muito próximo deles para que pudessem enxergar o contrário. Todavia, as credenciais messiânicas de Jesus estavam precisamente em ele ter-se feito um desprezado, humano e pobre. E não apenas nisso, mas também, sendo Senhor e Rei, em ter-se feito servo de todos.

*Este texto não é de minha autoria, é um documento da FTSA (Faculdade Teológica Sul Americana).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

Breno Missoes disse...

Ola Paz do Senhor , gostei muito do Post .. gostaria de firma uma parceria entre meu blog e seu blog .. acessa > http://influenciandoasnacoes.blogspot.com.br/

ou mande um imail ...

Peniel Dourado disse...

Oi Ana Claudia,
Sou pastor Peniel, missionário na Bolívia. Gostei muito do video que voce postou no Youtube...(Missões - ACORDA IGREJA (Tears of the saints ) uma benção!!!
Eu também tenho um blog e se a irmã tiver interessado em receber notícias do campo missionário nós enviamos periodicamente informes do trabalho....
Bem, como falava do video... gostei muito ... a edição. E realmente disperta ao sentimento de missões. Aqui nosso alvo é o evangelismo e fazer presente a Palavra de Deus em regiões onde estão os menos alcançados... são pessoas que tem pouca oportunidade de ouvir falar de Jesus Cristo. Levantamos grupos de evangelismo, apoiamos grupos já existentes com literatura e assim fazemos o trabalho.
Nossa Base Missionário de Apoio - uma casa muito simples - está na cidade de Santa Cruz de la Sierra - Bolívia.
Vou deixar meu contato caso a irmã queira comunicar-se.
Um grande abraço e que o Senhor Jesus continue abençoando sua vida

Pastor Peniel Nogueira

o nosso blog e Youtube é so buscar por PASTORPENIEL

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, comente!
O seu comentário é muito importante!